Todecara.Com
O Tempo de Bia
Clique para Ampliar a Imagem
Clique para Ampliar a Imagem
Serviço: O Tempo de Bia
Datas, horários e locais de apresentação:
12 de setembro de 2016 (segunda) às 10:10 e 14:00 na Escola Classe 19 de Taguatinga-DF (Área Especial, St. A Norte QNA 39 - Taguatinga Norte)
13 de setembro de 2016 (terça) às 10:30 e 13:30 na Escola Classe 410 de Samambaia-DF (Qn/Qr 410 Qn 410 Ae 1 Conjunto 22)
14 de setembro de 2016 (quarta) às 11:00 e 14:00 na Escola Classe 45 de Ceilândia-DF (EQPN 12/16 - Área especial C - P Sul)
15 de setembro de 2016 (quinta) às 10:30 e 13:30 na Escola Classe 21 do Gama-DF (A/E - Setor Leste, Q 44 - Gama Leste)
Oficinas de construção de Instrumentos Musicais: 25 de setembro de 2016 (domingo) na FALE (Fraternidade Assistencial Lucas Evangelista), localizada no Núcleo Rural Vargem da Benção (Quadra 108 - Chácara 11 - Núcleo Rural Vargem da Benção - Recanto das Emas-DF)
Espetáculo gratuito
Classificação indicativa: Livre
Informações: (61) 99997-5969.
Fotos: Nathalia Britto
Agradecimentos: João Henrique Veloso, Tobias, Davi, Jaíne Lima e Ana Terra Garcia.
"O Tempo de Bia" conta com o patrocínio do FAC - Fundo de Apoio à Cultura, da Secretaria de Cultura do Distrito Federal.
Assessoria de imprensa: Renato Acha
Produção Executiva: Ana Paula Martins e Carina Ottoni.
Evento
"O Tempo de Bia"
Espetáculo pensado para o ambiente escolar desperta um outro olhar sobre o tempo
12 a 15 de setembro de 2016: Apresentações em escolas do DF
25 de setembro: Oficinas de construção de instrumentos musicais utilizados nas apresentações
"O Tempo de Bia" propõe um olhar atencioso à questão da padronização do tempo para o desempenho e realização de tarefas por pessoas de habilidades, competências, níveis de abstração e concentração diferentes. Elas não são menos capazes por possuírem tais distintas características.
Em resumo, "O Tempo de Bia" fabula sobre o tempo que cada pessoa tem, em um clima de empatia em relação a esta particularidade, como forma de respeito e reconhecimento das identidades e potencialidades de cada um.
O espetáculo teatral foi pensado para o ambiente escolar, da estética aos conteúdos. É dedicado ao público de estudantes e professores, com possibilidades de desdobramentos pedagógicos e afetivos com relação a mais um delicado aspecto da diversidade humana: A lida do indivíduo com o tempo.
"O Tempo de Bia" circula por escolas do Distrito Federal, de 12 a 15 de setembro (Taguatinga, Samambaia, Ceilândia e Gama), com apresentações gratuitas. No dia 25 de setembro de 2016(domingo), o elenco vai ministrar uma oficina de criação de instrumentos musicais usados em “O Tempo de Bia” na FALE (Recanto das Emas-DF).
Com a utilização de figurinos e objetos de cena, construídos a partir do reaproveitamento de materiais, a montagem aborda ainda a questão da utilização consciente de recursos naturais em sua estética.
O elenco é formado por Cacau Ottoni, Lucélia Freire, Marco Lellis e Roger Vieira, com produção de Ana Paula Martins. Todo o processo criativo, a construção da dramaturgia e os ensaios foram realizados em encontros na Casa das Anas.
"Optamos por um amplo levante das questões relativas ao tempo das crianças e trabalhamos cuidadosamente nesta dramaturgia para poetizar estes conteúdos. A encenação tem o jogo teatral como mote, o brincar de teatro como referência do tempo real." Conta Ana Flávia Garcia, diretora de "O Tempo de Bia" e persona à frente do QG de Criação Casa das Anas, localizado no Guará II-DF.
Sinopse:
Uma trupe de brincantes habituada a contar casos, fabular e resolver problemas e situações “teatrando”, resolve criar uma narrativa para tratar do “tempo atrasado” de Brechinha, um integrante da trupe. Criam então "O Tempo de Bia", a história de uma moça criativa que conserta relógios no estabelecimento de Dona Dona, uma impaciente e autoritária proprietária. A trupe então passa a brincar, interferir e alterar a trajetória de Bia, ludibriada por Dona Dona em um jogo teatral dinâmico e muito divertido.
Ação do bem:
O projeto vai realizar duas oficinas gratuitas de construção de instrumentos musicais a partir de sucata, onde serão confeccionados instrumentos semelhantes aos utilizados na peça, pelas personagens de "O Tempo de Bia": Bia (Chocalho) e Dona Dona (Caixa).
O elenco é responsável por ministrar a oficina no dia 25 de setembro (domingo), nas dependências da filial DF da FALE (Fraternidade Assistencial Lucas Evangelista), abrigo que acolhe crianças, adolescentes e adultos portadores do vírus HIV, localizada no Núcleo Rural Vargem da Benção (Recanto das Emas-DF).
Ficha Técnica:
Direção: Ana Flávia Garcia
Dramaturgia: Ana Flávia Garcia e elenco
Elenco: Carina Ottoni, Lucélia Freire, Marco Lellis e Roger Vieira.
Diretor Musical: Roger Vieira
Cenário/Figurino: Marley Oliveira
Designer Gráfico: Gabriel Guirá